terça-feira, 6 de outubro de 2009

PAZ: artigo de luxo



Você se sente em casa dentro do seu próprio corpo?



Muitos não passam de hóspedes de si mesmos...


Estar em paz é aceitar serenamente que você não tem todas as armas para conquistar o que deseja, não tem munição suficiente para levar todos os seus planos adiante e não possui um exército que diga amém para todos os seus delírios.


Você está só e é um sujeito heróico dentro do possível.


Costuma ir à luta por um emprego, por um amor, por grana, por objetivos razoáveis, e quando não dá certo, não dá, e quando erra, paciência, e quando acerta, oba, e quando está cansado, se recolhe, e quando está triste, chora, e quando está alegre, vibra, e quando enxerga longe, vai em frente, e quando a visão embaça, freia, e quando está sozinho, chama, e quando quer continuar sozinho, não chama.


Primeiro passo para a paz: reconciliar-se consigo próprio.


É o que a gente pode fazer de mais concreto, por mais abstrato que pareça.
 
Martha Medeiros

2 comentários:

  1. Ahhh no lugar da foto eu estaria muito em paz :)

    ResponderExcluir
  2. ah,Cesar,qm não estaria num lugar desses,hehe...por isso que eu viajo!

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
"...Eu apenas queria que você soubesse Que aquela alegria ainda está comigo E que a minha ternura não ficou na estrada Não ficou no tempo presa na poeira Eu apenas queria que você soubesse Que esta menina hoje é uma mulher E que esta mulher é uma menina Que colheu seu fruto flor do seu carinho Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta Que hoje eu me gosto muito mais Porque me entendo muito mais também E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora É se respeitar na sua força e fé E se olhar bem fundo até o dedão do pé Eu apenas queira que você soubesse Que essa criança brinca nesta roda E não teme o corte de novas feridas Pois tem a saúde que aprendeu com a vida..." Eu Apenas Queria Que Você Soubesse (Gonzaguinha)